domingo, 27 de maio de 2018

População brasileira não sabe mais no que acreditar, quem sabe uma intervenção militar.

Caminhoneiros pedem intervenção militar ao exercito.

No Chile, greve de caminhões durou 26 dias – e derrubou o governo

Paralisação de 1972 agravou a crise econômica pela qual passava o país e culminou no que seria o golpe de Estado que retirou do poder Salvador Allende

Há 5 dias o Brasil está parado pela greve dos caminhoneiros, que já afeta o abastecimento de alimentos, combustíveis e da indústria. A situação, que fica mais caótica a cada dia que passa, pode ficar ainda pior, a julgar pelo histórico: em 1972, no Chile, uma greve de caminhoneiros que durou 26 dias agravou a crise econômica pela qual passava o país, incendiou diversos outros movimentos grevistas e culminou no que seria o golpe de Estado que retirou do poder o então presidente Salvador Allende.
Greves de caminhoneiros são notórias em outros países, como na França, por justamente ameaçar toda a cadeia de distribuição de um país. No Brasil, onde quase 80% dos serviços de transporte de carga utilizados são rodoviários, o exemplo chileno merece ser lembrado.
Em outubro de 1972, os caminhoneiros paralisaram o país pela primeira vez, protestando contra a criação de uma autoridade nacional de transporte, e ativando o gatilho do que seria uma crise trabalhista no país. Estimativas do governo apontam que aquela paralisação inicial custou ao país 200 milhões de dólares na época. Hoje, esse valor seria de mais de 1,2 bilhão de dólares. O governo de Allende resolveu a situação sentando para conversar com os caminhoneiros no final de outubro, mas já era tarde.
Salvador Allende, então presidente de um governo de esquerda, havia sido eleito em 1970 com uma plataforma de nacionalização de serviços, como o sistema de saúde, e da indústria mineral, além de propor a redistribuição de terras. Um ano depois, em agosto de 1973, 40.000 caminhoneiros voltariam a paralisar o país, ao lado de outros 210.000 donos de pequenos negócios e empresários.
A instabilidade e a crise econômica levariam o governo de Allende a ser deposto pelo exército e pela força nacional em 11 de setembro de 1973, numa tomada de poder que incluiria o bombardeio do palácio presidencial de La Moneda e o suicídio de Allende, em um dos episódios mais sangrentos da democracia chilena.
Em agosto de 1973, nos momentos derradeiros do governo, a paralisação dos caminhoneiros foi tão catastrófica para a economia que o ministério do Planejamento Nacional emitiu um comunicado sobre as consequências econômicas da paralisação. “A agricultura está seriamente ameaça, a indústria desacelerou e o suprimento de commodities atingiu um ponto crítico”, afirmava o relatório, depois de 23 dias da segunda greve de caminhoneiros.
“Esta é uma greve política, com o objetivo de derrubar o governo com a ajuda do imperialismo”, afirmou Gonzalo Martner, então ministro da pasta. A segunda paralisação foi mais intensa porque o Chile ainda não havia sequer se recuperado integralmente da que havia acontecido um ano antes.fonte; r7.com

Itapajé: ex-secretário de Ação Social do Município é preso em flagrante por estupro de vulnerável

Uma investigação da Polícia Civil do Ceará no Município de Itapajé, que durou cerca de dois meses no Município de Itapajé, resultou na prisão em flagrante, nessa sexta-feira 6, do ex-secretário de Ação Social do município, Francisco Raimundo Martins de Lima de 63 anos, que exerceu o cargo entre os anos de 2013 e 2016. O acusado foi preso em flagrante pelos estupros continuados de duas irmãs menores, segundo a Polícia. Uma de seis e a outra de treze anos, que tiveram suas identidades preservadas.
De acordo com as investigações, os abusos contra a menor de 13 anos iniciaram há cerca de dois anos. A outra irmã passou a ser vítima de abusos há cerca de um ano. “O ex-secretário mantinha controle sobre a família por meio do pagamento de contas como água, luz e aluguel, assim como teria tomado a frente nas compras de alimentos para a família”, constatou André Firmino, delegado titular de Itapajé.
Operação
Segundo André Firmino, o ex-secretário foi preso em flagrante, foi ouvido e confessou toda a prática. “Esta prisão é o estopim de uma operação nossa, visando combater esse tipo de modalidade criminosa. Com a prisão dele, foi deflagrada a Operação Silêncio dos Inocentes”, explicou o delegado, afirmando, ainda, que as vítimas já estão sendo ouvidas.
Outras vítimas
As investigações sobre o caso continuam, por haver indícios de um número maior de vítimas do acusado. “Esperamos que, com essa prisão, as vítimas nos procurem na Delegacia para possíveis novas denúncias. O crime de estupro tornou-se comum, onde criminosos se valem da influência e do poder aquisitivo que possuem para dominar as famílias das vítimas, para cometer os abusos. É importante que a sociedade colabore com as investigações”, informou.
Com informações do Jornal Diário do Nordeste

Irauçuba registra terremoto de magnitude 2.7



Um terremoto foi registrado no município de Irauçuba, a 152 quilômetros de Fortaleza, na última quarta-feira. O abalo foi de magnitude 2.7 na Escala Richter, de acordo com o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O terremoto é o quarto registrado no Ceará em 2018. Na cidade, ninguém se feriu e não houve danos estruturais.

O tremor durou apenas alguns segundos e atingiu seis comunidades de Irauçuba, deixando os moradores assustados. O abalo sísmico também foi sentido na comunidade de Aracatiaçu, em Sobral.

De acordo com o chefe do Laboratório de Sismologia da Defesa Civil do Ceará, Francisco Brandão, o Ceará é uma região propensa a sofrer tremores de terra. Desde 1807, o Estado já registrou terremotos de variadas magnitudes em 52 municípios, segundo a Defesa Civil. fonte; cearaagora

Sexto dia da greve dos caminhoneiros contra preços dos combustíveis

Ao todo, 387 pontos de bloqueio em estradas permanecem na manhã deste sábado, 26; decreto do presidente Michel Temer permite uso de forças de segurança

Iniciada na última segunda-feira, a greve dos caminhoneiros chegou ao 6º dia neste sábado, 26, com ainda 596 pontos bloqueados em estradas de todo o país, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A preocupação do governo do presidente Michel Temer (MDB), além da circulação das estradas, é a de que os caminhoneiros voltem ao trabalho e evitem o agravamento da crise de abastecimento. O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), anunciou, entre outras medidas, que donos de transportadoras paradas intencionalmente serão multados em 100.000 reais por hora, conforme autorizado pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Motoristas parados que, em suas cargas, tenham insumos do setor da saúde, serão multados em 10.000 reais por dia.

Acompanhe as últimas notícias sobre a greve dos caminhoneiros e a falta de combustível:

Em entrevista coletiva sem grandes novidades, o governo anunciou no começo da noite deste sábado um balanço do sexto dia da greve dos caminhoneiros. O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Sérgio Etchegoyen, afirmou que a situação dos aeroportos está “quase normalizada”. Seu colega Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública, anunciou que mais da metade dos pontos com interdições por grevistas nas estradas do país ainda persistem. Segundo relatório da Polícia Rodoviária Federal divulgado após a coletiva, há 577 trechos liberados, contra 586 que ainda exibem interdições ou interdições parciais. Em São Paulo, 97% das estradas estariam desbloqueadas, contra 70% no Distrito Federal, 62% no Ceará e 64% na Bahia.

O governador de São Paulo, Márcio França (PSB), anunciou na tarde deste sábado que chegou a um acordo de cinco pontos com líderes dos caminhoneiros para encerrar a greve da categoria no estado. A principal medida é que o eixo suspenso, utilizado por caminhões quando estão circulando sem carga, passará a não ser cobrado nas rodovias paulistas a partir da 0h da próxima terça-feira, dia 29.

16:52 – Comitê do Governo volta a se reunir para avaliar andamento da greve
O comitê de gerenciamento de crise do governo federal, formado pelos principais ministros, comandantes militares e direções da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, volta a se reunir as 17h para avaliar o panorama do sexto dia da paralisação nacional dos caminhoneiros. Entre os temas da reunião, as investigações da PF contra suspeitas de locaute na greve.

Alguns postos da capital federal começam a receber combustível na tarde deste sábado, 26. Por volta das 14h, um caminhão da BR Distribuidora chegou ao posto de combustível no Eixo W, na altura da quadra 203 Norte, escoltado por uma viatura da Polícia Federal.

No blog de Lillian Witte Fibe:
O movimento dos caminhoneiros é um protesto contra um preço essencial administrado pelo Ministério das Minas e Energia, hoje com Moreira Franco. Mas o nó foi no transporte.
Mais uma vez, nossa dependência de uma malha rodoviária desde sempre mal cuidada e estrangulada veio à tona.
E cadê o ministro dos Transportes?
Quem é ele?
Você não sabe?
fonte; veja.abril.com.br

sábado, 7 de abril de 2018

Bandidos a meação o Brasil se Lula for preso

José Rainha conclama militância e fala em 'guerra civil' Líder da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade diz que a 'guerra pode começar com um tiro, mas não se sabe com quantos pode acabar', referindo-se a uma militante do MST que foi baleada durante bloqueio de rodovia

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo
06 Abril 2018 | 14h49
José Rainha Júnior
José Rainha Júnior Foto: André Dusek/Estadão
SOROCABA - Após divulgar uma nota de solidariedade ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o líder da Frente Nacional de Luta Campo e Cidade (FNL), José Rainha Júnior, disse que a prisão de Lula por ordem do juiz Sérgio Moro pode levar a uma guerra civil. "A guerra pode começar com um tiro, mas não se sabe com quantos pode acabar", afirmou, referindo-se à militante do MST, Lindalva Pereira de Lima Filha, baleada durante bloqueio de rodovia, na manhã desta sexta-feira, 6, em Alhandra, na Paraíba.

Prisão de Lula: veja a repercussão

Rainha Júnior, que já foi uma das principais lideranças do MST e acabou excluído do movimento após ser preso, acusado de desvio de recursos da reforma agrária, disse que vai mobilizar oito mil seguidores para defender Lula. "Eu já havia alertado que a prisão do Lula poderia incendiar o País. Estamos mobilizados nas ruas e praças para defender o direito de nossa liderança que dedicou toda sua vida pela liberdade e justiça social no País. Nosso pessoal está pronto, só esperando a hora certa de entrar em ação."
Segundo ele, o que está em jogo é a Constituição, que foi rasgada. "Só falta o Moro decretar a pena de morte. Ele e a extrema direita estão levando o País a um enfrentamento que pode nos levar à guerra civil." O líder dos sem-terra contou ter enviado uma carta ao ex-presidente manifestando solidariedade. "Eu sei o que é isso, fui preso 13 vezes e condenado a mais de 30 anos de prisão. Tudo isso só me fez mais forte."
Na carta, Rainha lembrou ter recebido uma mensagem escrita por Lula quando estava na cadeia, em 2011, em que o ex-presidente dizia ao "companheiro" que "a vida sempre nos apronta algo que a gente não espera". "Agora ele enfrenta essa situação e precisa ser forte. E o Judiciário precisa ter juízo. Prender o Lula é chamar para um enfrentamento desnecessário", disse. 
00:00
02:00
Media Quality
360P
Mobile Preset
A trajetória de Lula

Prisão de Lula AO VIVO

Acompanhe aqui outras notícias sobre a prisão do ex-presidente minuto a minuto.
Confira a cobertura do 'Estadão' em tempo real sobre a prisão do ex-presidente.

sexta-feira, 6 de abril de 2018

China sugere ao Brasil a Lei que dá pena de morte para os políticos corruptos

Tribunal popular ѕuрrеmо dа Chіnа еѕtаbеlесеu umа lеі que tráѕ a реnа de morte, раrа оѕ роlítісоѕ corruptos que fizeram desvio dе vеrbа, frаudе fiscal e ԛuе rесеbеrаm vаlоrеѕ іlíсіtоѕ.



Eѕtа Lei соmеçоu a tеr rеѕultаdо a раrtіr dеѕѕе аnо de 2017, ао ԛuаl ѕе torna um рrосеѕѕо lеgаl e fаz parte de uma revisão dо código реnаl de 2016, onde оѕ vаlоrеѕ аrrесаdаdоѕ nãо еrаm соmbіnаdоѕ раrа justificar оu nãо a арlісаçãо da pena de morte. Cоm a corrupção nо Brasil еѕtа соnhесіdа mundialmente e іѕѕо vem afetando várіоѕ países, a Chіnа соnvосоu ao рrеѕіdеntе mісhеl tеmеr a umа reunião ао ԛuаl o presidente dа China рrорõеѕ estabelecer еѕѕа lei nо Brаѕіl. fonte;thefolha.com.br

Ex Presidente Lula pode ser preso hoje.

Resultado de imagem para lulaCom a prisão do ex presidente Lula, o Brasil mostra ao mundo todo que a justiça não foi igual para todos os corruptos. Casos semelhantes ao do Lula está ainda em pune, um que deixou a população brasileira sem resposta, é a do presidente do Brasil, que com várias provas, más mesmo assim não foi nem mesmo investigado, porque comprou os deputados  para votarem contra o pedido de investigação. A imprensa divulgou até as quantias que cada deputado recebeu, e nada foi feito. Casos também como por exemplo do senador Aécio Neves, que hoje está livre, e muitos outros ainda.Nosso país precisa fazer uma reciclagem com nossos políticas nesse ano. Se não tiver candidato, anule o seu voto, porque se der mais votos nulo do que válido, haverá uma nova eleição, e os candidatos que disputarão o pleito não poderão mais concorrer a nova eleição.