domingo, 21 de fevereiro de 2016

Dilma pede ajuda a igrejas para combater mosquito

Presidente quer fiéis na luta contra o Aedes Aegypti
A presidenta Dilma Rousseff fez um apelo para que todas as igrejas cristãs mobilizem os fiéis no combate ao mosquito transmissor do vírus Zika.
Dilma pede ajuda a igrejas para combater mosquitoEm encontro com líderes de diferentes denominações religiosas, no Palácio do Planalto, pediu que os cristãos ajudem na orientação à sociedade sobre a eliminação dos criadouros do Aedes aegypti. Essa espécie de mosquito também transmite a dengue e a febre chikungunya.
Para Dilma, as lideranças religiosas possuem credibilidade para mobilizar os fiéis no trabalho de prevenção. Estatísticas do governo mostram que dois terços dos focos do mosquito estão em residências.
Esse tipo de ação já faz parte da Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2016, que reúne a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic). O tema deste ano é o direito de todas as pessoas ao saneamento básico e debate o futuro do meio ambiente. Não por acaso, Dilma tem recebido apoio políticos das duas entidades religiosas, que são contra o impeachment.
O presidente do Conic, o bispo anglicano Flávio Irala, elogiou a atitude da presidente.  “A gente vê uma grande vontade e um grande investimento que já tem sido feito pelo atual governo no sentido de resolver esse sério problema”, comemorou. Convidou ainda os cristãos a participarem dos conselhos municipais de saúde.
O presidente da Aliança Batista do Brasil, Joel Zeferino, afirmou que o tema ainda é um “grande problema” que não foi resolvido no Brasil. “Antes da epidemia do Zika, nós temos milhares de outros problemas relacionados ao saneamento básico”, lembrou
O arcebispo núncio apostólico da Igreja Ortodoxa Síria, Tito Paulo Tuza, explicou que pedirá aos cerca de 200 mil fiéis da igreja que dediquem cinco minutos a cada missa para falar sobre a necessidade de se evitar o acúmulo de lixo e de água parada em casa.

Campanha pelo aborto

Com o aumento dos casos de microcefalia em filhos de mulheres que contraíram o vírus Zika, há um forte debate sobre a possibilidade de aborto nestes casos.
As lideranças das igrejas afirmam que o tema não foi tratado na reunião com Dilma. Mesmo assim,dizem que há urgência de se aprofundar no assuntoCom informações de Agência Brasil fonte; noticias gospelprime

sábado, 20 de fevereiro de 2016

Israel promete reação contra Brasil em crise diplomática Governo do PT rejeitou nomeação de embaixador israelense em apoio a causa palestina.

No governo da presidente Dilma Rousseff, a diplomacia brasileira mergulhou na defesa dos interesses ideológicos do partido que está no poder e perdeu sua relevância diante da comunidade internacional.
Israel promete reação contra Brasil em crise diplomáticaNeste ano, o Brasil deu um passo drástico no esfriamento das relações com Israel, ao rejeitar a nomeação do embaixador Dani Dayan por conta das suas ideologias, o que levou Israel a prometer uma reação.
O governo brasileiro rejeita a aceitação do novo embaixador de Israel desde agosto, quando Dani Dayan foi nomeado por Tel Aviv, principalmente pelo fato de ele já ter presidido entre 2007 e 2013 o Conselho Yesha, que representa os 500 mil colonos israelenses em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia, onde ele vive.
Ao longo de 12 anos do PT no governo, não foram poucas às vezes em que o Brasil demonstrou que sua diplomacia estava enfraquecendo e não é a primeira vez que o país se posiciona contra Tel Aviv. No ano passado o Itamaraty – por meio do Ministério das Relações Exteriores – criticou a ação de Israel na Faixa de Gaza como represália as investidas do grupo terrorista Hamas.
Na época Israel respondeu com aspereza contra a nota indigesta do Itamaraty, chamando o Brasil de “anão diplomático”. Agora, segundo Dayan, haverá uma reunião em resposta a negativa do Brasil em aceitar sua nomeação para a embaixada israelense com a cúpula do governo do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, onde deverá ser aprovado medidas diplomáticas em resposta ao governo brasileiro.
“Nesse debate, será apresentado um leque de medidas. Espero que, desse leque, sejam escolhidos passos significativos. Há até um mês, havia uma avaliação em Jerusalém de que o assunto seria resolvido e o melhor a fazer era manter o silêncio”, disse Dani Dayan.
Uma demonstração clara de que o país estaria seguindo as ideologias do Partido dos Trabalhadores é o distanciamento das grandes potências e o flerte com governos ditatoriais, como Bolívia e Venezuela. Durante o discurso de abertura da 69ª Assembleia-Geral da ONU, no ano passado, Dilma chegou a defender o grupo terrorista Estado Islâmico.
Apesar do governo brasileiro afirmar que a rejeição do nome de Dani Dayan como novo embaixador de Israel no país se deva ao fato de ele ser favorável aos assentamentos judaicos na Cisjordânia, o país se omite diante de flagrantes abusos dos seus aliados na América Latina.
Dayan afirma que sua nomeação está sendo rejeitada pelo Brasil por causa de sua ideologia e de onde ele mora, o que considera um preconceito, pois não cometeu nenhum tipo de crime para ser rejeitado. Ele acredita que a rejeição abriria um precedente para que outros moradores de colônias fossem impedidos de ocupar cargos diplomáticos pelo mundo.
Tzipi Hotovely, vice-ministra das Relações Exteriores de Israel, pediu no último domingo que o Brasil aceite a nomeação do ex-dirigente colono Dani Dayan como embaixador no país, porque o governo israelense não tem intenção de enviar outro diplomata a Brasília.
“Nunca houve na história de Israel uma situação na qual um embaixador não foi aceito por suas posturas ideológicas”, disse a vice-ministra em entrevista sobre “a crise diplomática” entre os dois países. Com informações Folha de SP

Hezbollah ameaça “ataque nuclear” a Israel Líder terrorista fala em grande guerra no Oriente Médio

O Hezbollah é um dos principais inimigos de Israel. Considerado um grupo terrorista, oficialmente são um partido político no Líbano, que tem um braço militar. Seu atual líder, Hassan Nasrallah, voltou a aparecer na mídia esta semana fazendo ameaças ao Estado judeu.
Ele afirmou que poderia lançar um ataque contra os depósitos de gás amônia em Haifa, no norte de Israel e causar danos e vítimas em números semelhantes ao de um ataque nuclear.
Durante um discurso transmitido pela internet, Nasrallah disparou: “Seria exatamente como uma bomba nuclear. Poderíamos dizer que o Líbano tem hoje uma arma nuclear, visto que qualquer foguete que pode atingir esses tanques criaria o mesmo efeito de bomba nuclear”.
A ameaça do Hezbollah ocorre num momento de grande tensão no Oriente Médio. Aliado da Rússia, o grupo terrorista acusa Israel de tentar derrubar o presidente sírio, Bashar Assad. Também criticou os países árabes que possuem boas relações com Israel.
No mesmo discurso, Nasrallah, acusou tanto a Turquia quanto a Arábia Saudita de tentarem provocar um conflito de grandes proporções. “Eles estão prontos para levar toda a região à guerra… querem continuar com a guerra e destruir (o país)”.
Segundo o líder do Hezbollah, eles estariam deixando que Israel alcance seus objetivos. Pediu a seus aliados – Rússia e Irã –  que “não deixem” que o Estado Islâmico, a Frente al-Nusra, os EUA, a Arábia Saudita e a Turquia ocupem a Síria.
A ameaça de isso ser o início de uma Terceira Guerra Mundial já foi feita recentemente pelo Irã epela Rússia.
O governo de Israel tem reiterado que nada tem a ver com as ações dos Estados Unidos e seus aliados em solo sírio. O ministro de Proteção Ambiental de Israel, Avi Gabai, disse à imprensa que já tinha planejado levar o armazenamento de gás amônia, usado no refino de petróleo, para o deserto de Negev, no sul de Israel. Agora isso será acelerado. Com informações de Times of Israel

Augustus Andrade esse nome Uruburetama já mais esquece.

O CDE está levando para Uruburetama, o projeto JOVEM EMPREENDEDOR II. Serão 100 bolsas de estudos. Para participar do projeto, o aluno fará uma prova de conhecimentos gerais. A partir do bom desempenho do aluno, o mesmo ganhará uma bolsa de 50% durante todo o curso. Não fique de fora! Procure agora mesmo a coordenação de Negócios e Expansão do Instituto Centro de Desenvolvimento Educacional- CDE. Pacote Jovem Empreendedor * Marketing e Vendas; * Recepcionista; * Comunicação Empresarial ;* Operador de Caixa; * Turismo;* Departamento Pessoal

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Rússia nega que sua aviação bombardeie hospitais na Síria

A Rússia desmentiu nesta terça-feira as acusações de que sua aviação tenha bombardeado na véspera vários hospitais no norte da Síria, deixando quase 50 mortos.
"Uma vez mais desmentimos categoricamente tais acusações, principalmente porque quem as faz não consegue prová-las", declarou o porta-voz do Kremlin, Dimitri Peskov.
Na segunda-feira, cerca de 50 civis, muitos deles crianças, foram mortos em ataques aéreos em Idleb e Aleppo, em ações atribuídas pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH) à Rússia. fonte;  http://zh.clicrbs.com.br/

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Governo lançará edital para o combate do Aedes aegypti, diz Inácio Arruda

A expectativa é que pelo menos um edital voltado diretamente para a inovação tecnológica seja lançado todo ano, informou o secretario de Ciência e Tecnologia
A Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Ceará(SCT) deverá lançar um edital voltado especificamente para o combatedo mosquito Aedes aegypti. A informação é do titular da secretaria,Inácio Arruda (PCdoB), que participou na manhã desta segunda-feira, 15, do programa ''O POVO na Rádio'', da rádio O POVO/CBN

A secretaria é responsável por lançar editais para inovação tecnológica com recursos do governo do estado e do governo federal. "Nós dialogamos com a Secretaria de Saúde porque muitos profissionais estão tratando do mosquito diretamente. Mas tem que ter uma ação anterior, que é a pesquisa de como esse mosquito se desenvolve no nosso Estado, como podemos combatê-lo melhor. E isso tem que ser com tecnologia", afirmou Inácio. 

O secretario citou dois editais lançados no final do passado, ambos na ordem de aproximadamente 15 milhões. "É um esforço do Estado para fazer um trabalho continuado, todo ano vamos lançar um edital voltada diretamente a para a inovação tecnológica, com recursos do Fundo de Inovação Tecnológica [FIT]", explicou. 
LEIA TAMBÉM
Por que ainda não vencemos a guerra contra o AedeO edital para o combate do Aedes é um esforço que outras cidades já estão realizando em São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo. "Nós somos uma espécie de locus, onde o mosquitos se desenvolve amplamente, então nós temos responsabilidade com o combate", frisou. 

s aegyptiFalta base firme para combater Aedes no Ceará, diz CarlileInácio disse que com os recursos do FIT já foram criados 21 programas de excelência, 11 deles na 
Projetos 
Inácio anunciou que um curso de programação destinado às pessoas com deficiência deverá ser lançado no dia 7 de abril deste ano, "É um programa muito importante dentro do Vicente Pinzón", adiantou. 

O secretario também destacou a importância do curso de mestrado do ITA, inaugurado no Ceará no último sábado, 12. "Estamos resgatando esse esforço que foi produzido a partir do Ceará [...] Nós ocupamos em média mais 30% das vagas do instituto. O curso é um sucesso absoluto. Espero que a gente possa fazer não apenas uma turma, mas que a gente possa dar sequência. Nós temos discutido muito isso com o Mercadante [ministro da Educação], que a gente tem que consolidar esse mestrado aqui no estado do Ceará". 
Redação O POVO Online
REDE PÚBLICA DE ENSINO DE URUBURETAMA
A satisfação dos professores da rede pública de ensino de Uruburetama ficou notória em reunião ocorrida na quinta-feira (28) no CRASS (polo de atendimento) para determinar o decreto municipal de ação do Plano de Cargos e Carreira (PCC), uma verdadeira conquista para a categoria. O prefeito Vasconcelos Neto esteve presente para determinar a nova carga-horária para os professores concursados que, de acordo com o plano, passa a ser de 200h. Na ocasião, estavam presentes os vereadores Francisco Laerte, Itim, o ex-prefeito Giuvan Nunes, os coautores de elaboração do requerimento do “PCC”, professora Rocilda Pinto e professor Adalberto de Paula (Americano) juntamente com vários professores da cidade. Fotos: Dorinha

Número de refugiados sírios supera recorde e chega a 4 milhões, diz ONU

É a pior crise do tipo enfrentada pela entidade nos últimos 25 anos.
Conflito da Síria não dá sinais de estar perto do fim.

Do G1, em São Paulo
Refugiados sírios fugindo da cidade de Tal Abyad pedem água na fronteira com a Turquia neste domingo (14) (Foto: Bulent Kilic/AFP)Refugiados sírios fugindo da cidade de Tal Abyad pedem água na fronteira com a Turquia (Foto: Bulent Kilic / AFP Photo)
O número de refugiados sírios supera 4 milhões, anunciou nesta quinta-feira (9) o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) em um comunicado.
Nos últimos 10 meses, a quantidade de refugiados do conflito, que começou em 2011, registrou aumento de um milhão, segundo o ACNUR.
"É a maior população de refugiados por apenas um conflito em apenas uma geração", afirmou o Alto Comissário, Antonio Guterres.
"É uma população que precisa do apoio do mundo, vive em condições de extrema precariedade e afunda cada vez mais na pobreza", completou Guterres.
O número de refugiados chega 4.013.000 pessoas, segundo os dados mais recentes divulgados pela Turquia, que abriga quase metade das vítimas (1,8 milhão). A grande maioria está nos países vizinhos da Síria.
O ACNUR calcula que o número deve chegar a 4,27 milhões de refugiados até o fim do ano. Além disso, dentro da Síria existem 7,6 milhões de deslocados.

Atualmente há 1.805.255 de sírios registrados na Turquia, 249.726 no Iraque, 629.128 na Jordânia, 132.375 no Egito, 1.172.753 no Líbano e 24.055 na região norte da África. Os quase 270.000 sírios que solicitaram asilo na Europa não estão incluídos nos dados oficiais, nem os milhares que entraram em vários países sem um registro oficial. fonte G1

Com mandato de Dilma sob ameaça, PT mira em Marina e Aécio no TSE

PUBLICADO EM 15/02/2016 ÀS 10:32 POR  EM NOTÍCIAS
Foto: Miguel Schincariol/AFP
Foto: Miguel Schincariol/AFP
Estadão Conteúdo – O avanço do processo de cassação da chapa da presidente Dilma Rousseff e do vice Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) impôs ao governo uma nova estratégia para tentar constranger seus adversários das eleições de 2014 cujas prestações de contas aguardam análise da corte.
A artilharia está voltada para a ex-ministra Marina Silva (Rede) que, segundo o PT, ainda deve explicações sobre supostas irregularidades no uso, durante a campanha, do avião que caiu em Santos (SP) em agosto de 2014 – o presidenciável do PSB, Eduardo Campos, morreu no acidente. Também haverá pressão para que as contas do senador Aécio Neves (MG), candidato derrotado do PSDB, sejam analisadas o quanto antes.
A Polícia Federal investiga desde 2014 possíveis irregularidades no uso da aeronave durante a campanha presidencial daquele ano pelo PSB, partido pelo qual Marina foi candidata. Ela era a vice de Campos e assumiu a candidatura após a morte do governador de Pernambuco.
Um dos três donos do avião – que não havia sido declarado à Justiça Eleitoral até a morte de Campos – é o empresário João Carlos Lyra, apontado como “laranja” usado para ocultar a compra da aeronave, que teria entrado na campanha como “caixa 2”. Ele também é investigado na Operação Lava Jato suspeito de agiotagem A ideia do PT é questionar a prestação de contas de Marina sobre o uso do jato.
Colaborou para a definição dessa estratégia o fato de Marina ter dito que o caminho para tirar Dilma da Presidência deve ser o TSE, e não o Congresso, onde há a avaliação de que o impeachment perdeu força. As declarações da ex-ministra foram mal recebidas pelo governo e pelo PT. Marina disse que a corte eleitoral precisará responder se as doações feitas à chapa de Dilma e Temer pelas empreiteiras investigadas na Lava Jato foram pagas com recursos desviados da Petrobrás. Para o PT, se o argumento valer para Dilma e Temer, deverá também ser aplicado no julgamento das contas de seus adversários.
Recibos
O PT protocolou um requerimento que questiona a prestação de contas do PSDB apresentada ao TSE em 2014. O partido aponta irregularidades na documentação enviada pela legenda ao tribunal que comprometem a legalidade do processo. O documento afirma que houve a substituição de mais de 2 mil recibos de doações eleitorais, referentes a quase 80% dos lançamentos declarados por Aécio, além de repasses em dinheiro e contribuições de empresas investigadas pela Operação Lava Jato. Os advogados do PT pedem nova auditoria nas contas do senador tucano.
Na defesa de Michel Temer apresentada na semana passada no âmbito da ação de impugnação de seu mandato, os advogados do vice-presidente criticam a campanha de Aécio por receber R$ 40 milhões das mesmas empreiteiras.
Além de constranger Aécio e Marina, há uma avaliação de que é importante que as contas de ambos sejam julgadas antes da conclusão sobre o processo contra Dilma e Temer. O motivo é que, caso a petista e o peemedebista sejam derrotados na corte eleitoral, haveria a impossibilidade de que o tucano e a ex-ministra pudessem se candidatar em uma nova eleição em razão de pendências em suas prestações de contas.
Partidos em situação irregular perdem o direito de receber sua cota do Fundo Partidário e, ao mesmo tempo, os candidatos ficam impedidos de obter a certidão de quitação eleitoral, o que os torna inelegíveis pelo menos até 2018.
O prazo, no entanto, para que a corte eleitoral julgue as contas dos candidatos derrotados é de cinco anos. Mas a possibilidade de que uma nova eleição presidencial seja convocada ainda em 2016 pode obrigar os ministros a acelerar a análise dos processos para afastar qualquer questionamento sobre uma nova disputa eleitoral formada por candidatos sem condições de serem diplomados
Parecer
As prestações de contas de Marina e de Aécio no TSE estão em fase de juntada de documentos e análise por órgão interno responsável por reunir os papéis nos quais se basearão os julgamentos dos dois processos. Antes disso, a assessoria deverá emitir um parecer técnico sobre o material e remetê-lo ao Ministério Público, que também deverá se manifestar.
O obstáculo para essa estratégia petista é que o tribunal eleitoral costuma permitir que os candidatos regularizem sua situação antes de decidir sobre a documentação.
Para Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB, não há possibilidade de Marina responder no Tribunal Superior Eleitoral pelo avião Cessna usado na campanha eleitoral, já que a doação foi declarada na prestação de contas feita em nome de Campos. “As contas de Campos e de Marina foram apresentadas separadamente. Se houver qualquer questionamento sobre esse assunto, ele será esclarecido, mas não vejo por que isso atrapalharia a candidatura dela”, afirmou Siqueira.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Acusações podem colocar em risco sobrevivência política de Lula, diz FT

Londres - O jornal britânico Financial Times publica na edição impressa desta segunda-feira, 15, uma reportagem sobre o avanço das investigações no eventual esquema de corrupção que envolve o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O texto diz que o líder político será ouvido para esclarecer a reforma de um apartamento tríplex no Guarujá e cita o caso do sítio em Atibaia, também alvo de investigações.
"Como as acusações estão chegando cada vez mais perto do ex-presidente, Lula e a esposa Marisa devem comparecer para serem ouvidos por um dos promotores públicos em São Paulo nesta quarta-feira. Sua sobrevivência política e a do PT estão cada vez mais em risco" cita a reportagem do FT. "Muitos analistas descartam as chances do partido de ganhar as eleições municipais neste ano e seus planos de tentar um retorno na eleição presidencial em 2018", destaca a reportagem.
O FT explica que Lula presta esclarecimentos atualmente sobre o apartamento no Guarujá que teria sido reformado por uma construtora ligada ao escândalo de corrupção na Petrobras. A publicação cita ainda que a imprensa brasileira também relata o caso do sítio em Atibaia, supostamente utilizado pelo ex-presidente e sua família e que também estaria na investigação.
A defesa do ex-presidente rechaça qualquer irregularidade e diz que "acontece uma campanha orquestrada por algumas autoridades que são motivadas por ideologia e por alguns setores da imprensa para arruinar a honra e a imagem de Lula".fonte;  noticias wol

General fala em intervenção se Justiça não agir contra corrupção Diego Vara - 28.abr.2014/Agência RBS/Folhapress O general Antônio Hami...